Início » Últimas » Alvalade, perspectivas de desenvolvimento e potencialidades

Alvalade, perspectivas de desenvolvimento e potencialidades

travessa.da.figueiraEm 2004, a Liga dos Amigos de Santo André (na altura presidida por Fonseca Santos, que anteriormente tinha sido presidente da Junta de Freguesia de Santo André eleito pela CDU), percorreu todas as freguesias do concelho de Santiago do Cacém, promovendo o seu conhecimento através de visitas guiadas e em contacto directo com as instituições e colectividades locais.

A iniciativa culminou com a publicação da brochura “Gentes e Culturas”, dedicando um volume para cada uma das então onze freguesias do concelho, destacando os elementos que as diferenciam e marcam do ponto de vista histórico, cultural, social, económico, mas também sublinhando as potencialidades, os recursos existentes e apontando vários caminhos para o seu desenvolvimento.

O texto que a seguir se transcreve (que completou 10 anos no mês passado), foi editado na brochura sobre a freguesia de Alvalade e enumera algumas das principais potencialidades e linhas de acção que a Liga dos Amigos de Santo André (que entretanto já foi extinta) identificou e defendeu em 2004 para Alvalade. É um texto construtivo, de grande lucidez e objectividade, que destaca e valoriza os recursos e as potencialidades de Alvalade e apesar de ter uma década de existência continua perfeitamente actual e pode ser um bom contributo para uma estratégia de desenvolvimento equilibrada e harmoniosa da freguesia.

_LPR

 

Alvalade, perspectivas de desenvolvimento  e potencialidades

Centro Histórico

O Centro Histórico da Vila de Alvalade representa um dos mais ricos patrimónios da Freguesia de Alvalade e do Município de Santiago do Cacém, pelo que merece um tratamento global diferenciado.

– Conclusão do projecto de recolocação do pelourinho ao nível do arranjo urbanístico da Praça D. Manuel I, principal cartão de visita de Alvalade.

– Colocação de novo mobiliário urbano.

– Criação de um núcleo museológico que permita reunir os materiais arqueológicos existentes na vila, as alfaias agricolas, os trajes tradicionais locais e o artesanato num espaço público próximo que permita apreciar as memórias históricas, culturais e sociais da freguesia.

– Recuperar o património artístico da Igreja Matriz e promover a abertura do templo.

– Colocação de sinalética de cariz turístico e cultural, explicativa individual e instalação de iluminação de destaque na Igreja Matriz, Misericórdia, antigos Paços do Concelho, Casa dos Magistrados, Fonte da Bica e Ponte Romana.

Vila Alentejana, Alvalade Medieval

Estas comemorações são uma oferta turística que importa continuar a promover, enriquecendo os eventos a incluir nestas festas da freguesia de Alvalade.

Posto de Culturas Regadas

Situado a nascente da Vila, passando por baixo da linha dos caminhos de ferro, encontra-se o monte onde ficam as instalações do Posto de Culturas Regadas. A promoção de visitas a este monte, permite observar as experiências aí realizadas com as culturas de cereais, complementadas com a exposição dos equipamentos da antiga manteigaria e das alfaias agrícolas, que representam o início da criação de um núcleo museológico.

Desporto/Aventura/Lazer

A sinalização dos acessos para a promoção de visitas ao património natural e o fomento de actividades de Desporto/Aventura/Lazer, representam uma mais valia no desenvolvimento da Freguesia de Alvalade. Nesta Freguesia podem ser marcados diversos percursos pedestres ou de BTT, que podem levar a visitar: herdades da Daroeira (exemplo de turismo rural) e de Conqueiros (importante adega), Mimosa (queijaria), Ponte Medieval, Estação de Culturas Regadas, etc. Estes percursos, permitem dar a conhecer a diversidade e a beleza paisagística desta freguesia, aliando o Desporto ao contacto com a Natureza, através dos caminhos rurais.

Assim, são sugestões de medidas a adoptar:

– Promoção da qualidade e venda dos produtos tradicionais (vinho de Conqueiros, queijo de ovelha da Mimosa, azeite, pão alentejano, popias caiadas, etc).

– Desenvolvimento da produção agro-pecuária de qualidade (herdades).

– Melhoramento das infra-estruturas e património da freguesia (antigo cinema).

– Valorização do património (centro histórico, Casa do Povo, Estação de Culturas Regadas).

– Incentivar a criação e venda de artesanato local.

– Valorização das artes e ofícios tradicionais, de bens e serviços.

– Apoiar e incentivar os profissionais de restauração para a manutenção dos pratos gastronómicos tradicionais locais.

– Melhoria nas relações de cooperação entre entidades.

– Criar as condições necessárias para quem pretenda visitar e usufruir do património histórico e paisagístico, com a limpeza e melhoria de acessos, instalação de placas de sinalização e sinalética adequada de carácter cultural e turístico.

_Liga dos Amigos de Santo André in “Gentes e Culturas – Freguesia de Alvalade”, Setembro de 2004.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *