Início » Últimas » ARBCAS – Nota histórica

ARBCAS – Nota histórica

EPSON DSC picturePor escritura de 13 de Abril de 1954, lavrada em Santiago do Cacém, foi constituída a Associação de Regantes de Campilhas e S. Domingos, actualmente designada como Associação de Regantes e Beneficiários de Campilhas e Alto Sado (ARBCAS), após uma reunião dos sócios fundadores realizada na sede do Grémio da Lavoura de Santiago do Cacém, a convite de um representante da Brigada Técnica da XIII Região Agrícola com sede em Setúbal.

O título de constituição e os estatutos então subscritos foram aprovados por alvará ministerial de 15 de Junho de 1954 e respectivos despachos de 11 de Junho do mesmo ano, que validaram também os nomes das individualidades indicadas para integrarem os primeiros órgãos sociais da instituição, para o triénio de Abril de 1954 a 1957, que foram os seguintes:

Assembleia geral

Presidente: José d’Aires Mateus

Vice-presidente: José Miguel de Jesus

1º secretário: António Joaquim de Matos

2º secretário: Manuel Pereira Dâmaso

Direcção

Vogais efectivos: José Manuel Sabido Beja da Costa e Francisco António Botelho

Vogais substitutos: Francisco Beja da Costa e António Eduardo

Júri Avindor:

Vogal efectivo: Dr. Manuel Gonçalves Espada

Vogal substituto: Joaquim da Silva Brito Paes

Para presidente do Júri Avindor, a Câmara Municipal de Santiago do Cacém nomeou José Agostinho Varela Pereira, e como Homem Bom a Junta de Freguesia de S. Domingos indicou António Vilhena Pereira.

Com 60 anos de vida, a ARBCAS continua ao serviço da agricultura e da economia da região e a prestigiar a freguesia de Alvalade, afirmando-se como umas das suas instituições mais importantes.

Docs:

Alvará da Associação de Regantes de Campilhas e S. Domingos (actual ARBCAS)

Subscritores da fundação da ARBCAS

_LPR

Agradecimento: Ao Engº Ilídio Martins, da ARBCAS, pela cedência das reproduções bibliográficas e informações históricas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.