Início » Últimas » A Rua Atrás dos Quintais

A Rua Atrás dos Quintais

raq2O topónimo diz muito da desconsideração que a rua Atrás dos Quintais tem tido ao longo dos tempos. Uma artéria marginalizada e com uma forte carga negativa, que acolheu, quase sempre, as famílias mais pobres e carenciadas da vila. Até ao último terço do século passado, as barreiras que a delimitam serviam de lixeira e de depósito dos dejectos dos moradores do centro histórico, quando ainda não existia saneamento básico na vila. Em pleno coração do núcleo antigo de Alvalade e por certo palmilhada há largos séculos, a rua Atrás dos Quintais, que estabelece a fronteira natural do planalto onde a vila se ergueu com o vale do Sado, é tão só o melhor miradouro da freguesia. Para alguns, é uma espécie de mini-Romeirinhas de Alvalade, numa alusão ao conhecido espaço que circunda  o castelo de Santiago do Cacém.

Apesar de menosprezada, a rua Atrás dos Quintais mantém intacto todo o seu potencial de miradouro e varanda natural sobre o vale do Sado, onde a vista alcança a Mimosa, a Ameira, a ponte romana, o campo de experiências do Posto de Culturas Regadas, a nova via férrea, o local onde o vale de Campilhas abraça o vale do Sado, entre outros. A sua requalificação seria um novo motivo de interesse para o centro histórico e um contributo de peso para a valorização urbana de Alvalade. Evidentemente “rebaptizada” e dignificada com um topónimo a sério, que poderia recair, por exemplo, na atribuição do nome de um dos antigos comendadores de Alvalade. Ou, porque não, o nome de Frutuoso Pires, em jeito de homenagem a este benemérito alvaladense que no século XVI deixou todos os seus bens à Santa Casa da Misericórdia de Alvalade, que certamente terão contribuido para que a secular instituição tivesse mais meios para socorrer os moradores pobres e necessitados do extinto concelho alvaladense.

_LPR

4 Respostas a A Rua Atrás dos Quintais

  1. José do Rosário Martins Responder

    8 de Março de 2014 em 10:43

    A rua atrás dos quintais e as considerações que o Administrador e eu já temos feito sobre a dita, levou em tempos atrás a que alguns elementos da população pronunciassem às vezes opiniões menos correctas, sobre nós.
    Reconheço que hoje as pessoas de Alvalade, na sua maioria, já se vão apercebendo que o que não está bem para Alvalade, também as afecta a elas.
    Quem nos visita de passagem, quer na vila ou no olhar, através da C.P. e nesta última, são milhares durante o ano, a imagem que transmitimos da vila de Alvalade não favorece, nem valoriza a nossa terra.

  2. José Raposo Nobre Responder

    8 de Março de 2014 em 15:44

    Na verdade a Rua Detraz dos Quintais poderia ser um belo Miradouro das Várzeas do Sado e Campilhas, com vedação ou Muro, ajardinado, com Bancos e sombras de árvores e também um Bar.
    No meu tempo de autarca as carências eram tantas, como a Zona de Expansão, conseguida, que não foi possivel atender todas as necessidades. Nesse tempo estava projetada uma Rua que ligava a Rua 1º de Maio (antiga Rua do Serradinho) à Rua Detraz dos Quintais. O projecto deve estar nos Arquivos da Câmara. Se Santo André pode ter um magnifico Parque porque não Alvalade ter um Miradouro?
    Que os responsáveis se lembrem desta antiga Vila…
    JRN

  3. Mariana Neves Belchior Maurício Responder

    8 de Março de 2014 em 15:45

    Como eu me lembro da Rua Atrás dos Quintais.Pois tive dois tios que morando na Rua de Lisboa, tinham quintais que iam até atrás. Tive outra tia que morou numa espécie de pátio, como há muitos em Lisboa, mas não me recordo como se chamava.
    Quando me casei e que o meu marido foi a Alvalade pela primeira vez,levei-o a visitar essa rua, porque de facto tem uma excelente vista.
    Sendo o meu marido Transmontano gostou das vistas e comentámos que só era de lamentar que naquelas barreiras não houvesse mais limpeza e bem merecia um arranjo e porque não a tal varanda, para lugar de lazer e gozar das lindas vistas.

  4. Matilde Oliveira Responder

    8 de Março de 2014 em 18:26

    Só fui uma vez a essa rua mas concordo que tem uma paisagem lindissima e acho que era de aproveitar para miradoiro.

Responder a José Raposo Nobre Cancelar resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.