Alvalade já tem museu

Início » Últimas » Alvalade já tem museu

Sem comentários

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém e a Junta de Freguesia de Alvalade inauguraram hoje o Museu de Arqueologia de Alvalade, instalado na antiga igreja da Misericórdia sita na praça D. Manuel I. Um projecto liderado pelo município, cofinanciado por fundos europeus (FEDER) através do Programa Operacional Regional do Alentejo – Alentejo 2020.
A ideia da criação e instalação de um núcleo de arqueologia na antiga igreja da Misericórdia de Alvalade, remonta à última década de 80 e nasceu no seio do Grupo de Acção Cultural, dinamizado pela Casa do Povo de Alvalade, pouco depois de se realizarem as primeiras escavações arqueológicas da história da freguesia, em Figueira-de-Ametade, Conqueiros, onde se supõe ter existido uma villa romana. Ao longo dos últimos 35 anos, vários historiadores e patrimonialistas da região defenderam a criação do núcleo de arqueologia em Alvalade e um projecto autónomo de musealização das alfaias/espólio do Posto de Culturas Regadas. Para alguns, a história e o valor do património da freguesia justificariam plenamente a criação de um bom museu que conte a evolução histórica e social de Alvalade e reúna, num só espaço, as suas melhores colecções (arqueologia, etnografia, arte sacra e o espólio do Posto de Culturas Regadas).
O Museu de Arqueologia de Alvalade, conta a história do território do antigo e extinto concelho de Alvalade (freguesias de Alvalade e Ermidas-Sado) com início no Mesolítico (8 mil anos atrás) e documenta a presença humana, sem interrupção, em praticamente todos os períodos da História da Humanidade, com destaque para os vestígios e achados do Neolítico e da época romana.
_Luis Pedro Ramos

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.